Grupo Ponto de Partida se inspira na poesia de Aldir Blanc em novo espetáculo

Companhia teatral de Barbacena apresenta Na Corda Bamba de Sombrinha a partir desta quinta-feira (26)

A obra do poeta e letrista Aldir Blanc, uma das mais de 665 mil vítimas da Covid-19 no Brasil, nos deixou na madrugada de 4 de maio de 2020, mas sua obra permanece nas mais diversas linguagens artísticas. Por isso, o grupo teatral Ponto de Partida, fundado em 1980 na cidade de Barbacena, visita os versos de Aldir e os leva para o palco.

Após dois anos sem apresentações presenciais em virtude da pandemia, que levou o grupo a se reinventar em residências artísticas e atividades virtuais, a companhia mineira estreia espetáculo inédito nesta quinta-feira (26), às 20h, em sua cidade natal. Depois da temporada em Barbacena, a peça vai circular por outras cidades. O evento marca também a reabertura da Estação Ponto de Partida, incluindo o seu café, que receberá a chef carioca, de origem libanesa, Natalie Kassouf, que apresentará um menu degustação árabe.

Com dramaturgia própria, “Na Corda de Sombrinha” foi criado a partir da pesquisa de letras de música e crônicas de Aldir Blanc, feita pelo próprio elenco do Ponto de Partida. O texto foi apresentado na internet, no final de 2021, dando sequência a uma investigação de linguagem para o teatro digital, desenvolvida pelo grupo nos últimos dois anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.